Carreira- Mudando para buscar a realização profissional

carreira Comportamento Todos Trabalho
carreira

Olá pessoas,

Escuto muitas pessoas falando sobre carreira nos últimos tempos. Algumas falam que estão realizadas, outras apenas sobrevivem, existem aquelas que sonham em mudar de carreira e apenas sonham, mas uma porcentagem sonham e mudam, arriscam e fazem. Você se enquadra em algum desses perfis?

Estamos vivendo em um momento delicado de transição sobre concepção de carreira. Sempre escutei de pessoas mais velhas o  seguinte conselho: ” Você deve estudar para conseguir um emprego bom em uma boa empresa,  ter um carro bom, conforto, pagar um colégio bom para seu filho, juntar dinheiro e poder se aposentar bem”. Eles estão errados? Sim, não ou talvez?

Sim, não e talvez! Devemos buscar estabilidade e segurança financeira, mas isso não quer dizer que você precisa trabalhar na área que estudou e ficar naquela empresa até aposentar. Infelizmente ou felizmente não existe fórmula de bolo para isso para a realização profissional.

Conheço muitas pessoas que entraram na faculdade com 18 anos por imposição dos pais, por se sentirem pressionados pela sociedade a escolher uma profissão cedo, pela super valorização de títulos. Afinal, “A Maria é uma Advogada formada”, “Você sabia que a Ana é Mestre em Engenharia?”, “O João é um orgulho para família porque ele é Doutor”. Mas e você que é uma Maria, Ana ou João. Estão realizados e felizes?

Vivemos em mutação constante. As nossas verdades de hoje, serão as incertezas de amanhã. E como você lida com isso?

Cada uma dessas passagens da nossa vida são felizes e vitoriosas, afinal você tinha um objetivo, uma meta e foram atingidos. Agora você está pronto para mais uma missão! Mas, muitas vezes você se depara com a seguinte situação: “Consegui um bom emprego, meu salário está ok, mas falta algo. Não sou feliz! E agora?”

Muitos dizem que é loucura arriscar uma carreira para tentar um sonho, porque começar do zero é muito difícil e você vai desperdiçar tudo que estudou até hoje, tudo que conquistou. Claro que não! O conhecimento nunca é desperdiçado, ele faz parte da construção do seu ser. Por pensamentos como esses que muitos deixam de buscar a realização  se frustram.

Existem três tipos de pessoas que vivem frustradas com a carreira:

  • Aquela que reclama o tempo todo, vive desmotivada, tira a responsabilidade de si e transfere para o próximo e que sempre ficará naquela posição. Muitos se aposentam e adquirem o combo de velhice + amargura + doença.
  • Aquela que espera fatores externos para dar o primeiro passo. Quando se vê desempregada e começa a refletir sobre aquela vontade, aquele sonho que ficou esquecido em um canto da gaveta. A olhar com outros olhos aquela habilidade ou dom que até então era um hobby.
  • Aquela que resolve mudar de vida, pelo simples fato de buscar a realização pessoal e profissional. Pessoas que denominamos de visionarias ou que “acertaram na veia”.

Por que ela “acertou na veia”? 

Quando fazemos aquilo que nos trás prazer e motivação conspiramos para o sucesso e praticamos o intento. Buscamos o nosso objetivo com intensidade, acreditamos no que queremos e sabemos nosso propósito. A partir desse momento você será uma pessoa profissionalmente realizada e de forma surpreendente você conquistará um bom emprego/trabalho, viverá uma vida confortável e segura e o melhor de tudo…. Será uma pessoa feliz, que por consequência terá uma aposentadoria maravilhosa.

Como está sua carreira? Você é profissionalmente realizado?

Beijo, beijo

 

(Visited 69 times, 1 visits today)